background image
Lucro líquido cresce 717% e
ultrapassa R$ 1 bilhão no 3T04
Belo Horizonte, 16 de novembro de 2004 ­ Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S/A - USIMINAS (BOVESPA: USIM3, USIM5, USIM6; OTC: USNZY) anunciou
hoje os resultados do terceiro trimestre de 2004. As informações operacionais e financeiras da Companhia, exceto onde estiver indicado de outra
forma, são apresentadas com base em números consolidados e em reais, conforme a Legislação Societária. Todas as comparações realizadas neste
comunicado levam em consideração o mesmo período de 2003, exceto quando especificado em contrário.
DESTAQUES
Vendas e Receita
Com as operações de ambas usinas à plena carga, as vendas físicas do Sistema Usiminas somaram 2 milhões de toneladas no 3T04 e acumularam 5,9
milhões de toneladas nos nove meses de 2004, com crescimento de 5% sobre os 9m03. Com preços internacionais em patamares elevados, a receita
líquida apresentou crescimento expressivo de 66% no 3T04. Na comparação do acumulado do ano, a evolução foi de 35%, com receita consolidada de
R$ 8,4 bilhões nos 9m04.
EBITDA
Refletindo a conjuntura favorável da siderurgia, o EBITDA alcançou R$ 1,6 bilhão no 3T04, com crescimento de 143%. A margem EBITDA no trimestre
atingiu 49%. No acumulado do ano, o EBITDA somou R$ 3,8 bilhões, com alta de 65%. A margem EBITDA passou de 37% nos 9m03 para 45% nos 9m04.
Lucro Líquido
O lucro líquido consolidado alcançou a marca de R$ 1 bilhão no 3T04, e foi conseqüência de uma eficiente gestão da Companhia associada às
condições favoráveis do setor siderúrgico.
Eventos Subseqüentes
Aproveitando a situação favorável da geração de caixa e em linha com a sua política de redução do endividamento, em 20/10/04 o Sistema Usiminas
procedeu ao resgate antecipado do total das debêntures em circulação de emissão da Cosipa, no montante de R$ 240 milhões. Em 9/11/04, a
Usiminas apresentou à CVM pedido de registro de Oferta Pública para aquisição da totalidade das ações de emissão da Cosipa, com a finalidade de
cancelar o registro da Cosipa de companhia aberta.
Perspectivas
O prosseguimento do ciclo de alta dos preços mundiais de aço permite antever margens ainda em patamares elevados no 4T04 e também em 2005 .
Não se prevê reduções substanciais dos preços internacionais no médio prazo, em função da demanda aquecida nos principais mercados e dos
aumentos dos custos das matérias primas previstos para 2005. O Sistema Usiminas tem como meta em 2005 manter a comercialização no patamar de
8 milhões de toneladas de produtos siderúrgicos, com 75% do volume destinado ao atendimento do mercado interno. A sólida geração de caixa
operacional do Sistema, que deverá prosseguir nos próximos trimestres, será direcionada para amortização da dívida, pagamento de dividendos e
novos investimentos.
milhões de R$
3T 2004
3T 2003
2T 2004
Var.%
3T/3T
9M 2004
9M 2003 Var.%
Vendas Físicas (mil t.)
2.011
1.822
1.971
10
5.892
5.591
5
Receita Líquida
3.285
1.984
2.771
66
8.421
6.218
35
Lucro Bruto
1.591
658
1.316
142
3.843
2.295
67
Lucro Operacional (EBIT) a
1.473
498
1.142
196
3.397
1.884
80
Resultado Financeiro
(96)
(358)
(339)
-73
(688)
(469)
-
Lucro Líquido
1.005
123
528
717
1.892
947
100
EBITDA b
1.602
660
1.285
143
3.808
2.309
65
EBITDA (R$/t)
796
362
652
120
646
413
56
Ativos Totais
16.682
14.997
15.976
11
16.682
14.997
11
Endividamento Líquido
4.975
7.369
6.052
-32
4.975
7.369
-32
Patrimônio Líquido
5.621
3.897
4.886
44
5.621
3.897
44
(a) Antes do resultado financeiro e participações.
(b) Resultado operacional antes dos juros, impostos, depreciações, amortizações e participações.
Destaques Consolidados
3T04
TECNOLOGIA AVANÇADA PARA
FABRICAR AÇO E BENEFICIAR VIDAS
DIVULGAÇÃO IMEDIATA
Contatos:
Bruno Seno Fusaro
Paulo Esteves
brunofusaro@usiminas.com.br
paulo.esteves@thomsonir.com.br
Tel: (31) 3499-8710
Tel: (11) 3897-6466/6857
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
2/18
Mercado, Produção e Vendas
De acordo com dados do IBS, a produção brasileira de aço bruto atingiu 8,4 milhões de toneladas no
3T04 e acumulou 24,6 milhões de toneladas nos 9 meses do ano, com expansão de 5,6%. Ainda em
termos acumulados, a produção de laminados planos cresceu 8,8% e alcançou 10,6 milhões de
toneladas até setembro.
A demanda interna de laminados planos acumulou 7,8 milhões de toneladas nos 9m04, com expansão
de 14,9%. Esses números representaram os maiores volumes despachados pelas usinas ao mercado
interno em todos os tempos. O prosseguimento do alto nível de atividade dos setores exportadores
foi acompanhado pela demanda crescente de alguns segmentos voltados ao mercado interno,
beneficiados pelo início da melhoria do nível de emprego e renda. Adicionalmente, a demanda
interna de laminados planos também foi impulsionada pelo movimento de recomposição de estoques
da rede de distribuição.
As exportações brasileiras de laminados planos alcançaram 2,5 milhões de toneladas no acumulado
do ano, com crescimento de 5%. Houve redução do ritmo de embarques no 3T04 em relação aos dois
trimestres iniciais de 2004, motivada pela necessidade de atendimento da forte demanda do mercado doméstico.
O Sistema Usiminas produziu 2,3 milhões de toneladas de aço bruto no 3T04, 4% acima do mesmo período do ano anterior. As operações de
ambas usinas prosseguiram com produção a plena carga e dentro da programação estimada para o corrente exercício.
Milhares de Toneladas
3T04
3T03
2T04
Var.%
3T/3T
Var.%
3T/2T
9M 2004 9M 2003
Var.%
Usiminas
1.211
1.155
1.183
5
2
3.560
3.450
3
Cosipa
1.067
1.031
1.037
3
3
3.163
3.033
4
Total
2.278
2.186
2.220
4
3
6.723
6.483
4
Produção (Aço Bruto)
Vendas Consolidadas (mil t.)
1T02
2T02
3T02
4T02
1T03
2T03
3T03
4T03
1T04
2T04
3T04
Mercado Interno
Mercado Externo
1.890
31%
69%
78%
1.910
33%
67%
2.185
33%
67%
25%
75%
1.830
1.939
74%
26%
1.822
65%
35%
2.119
64%
36%
73%
22%
1.736
28%
1.910
72%
72%
27%
1.971
2.011
29%
71%
O mix das vendas físicas totais do 3T04 apresentou aumento da participação de placas em relação ao 2T04, passando de 12% para 17% do volume
comercializado. Esse comportamento decorreu das paradas pde manutenção nas linhas de tiras à quente e chapas grossas na usina de Ipatinga,
ocorridas entre junho e agosto.
Em relação aos 9m04, os destaques foram chapas grossas e galvanizados, que apresentaram
crescimentos de 12% e 13% nos volumes comercializados, respectivamente. O crescimento da
participação de chapas grossas foi motivado pela forte demanda mundial e preços atraentes
praticados pelo mercado, enquanto que as vendas de galvanizados foram impulsionadas
principalmente pela da indústria automobilística.
Chapas grossas e
galvanizados ampliam
participação nos 9m04
de produtos
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
3/18
No 3T04, a Usiminas ampliou as vendas no mercado externo para 26% do volume comercializado,
enquanto a controlada Cosipa elevou a participação das vendas físicas no mercado interno para 68%.
Esse movimento, distinto do foco estratégico das duas usinas, decorreu de condições pontuais. No
caso da Usiminas, a maior produção de placas foi direcionada às exportações, explorando as
condições favoráveis do mercado internacional. Em relação à Cosipa, houve transferência de chapas
grossas anteriormente destinadas ao mercado externo para atendimento ao mercado interno,
também em condições positivas para a Companhia.
O Sistema finalizou o período de 9 meses com participação de 53% no mercado interno, em linha com
sua estratégia de priorizar e manter sua posição de liderança no mercado doméstico de laminados
planos.
Em relação às exportações, o movimento de diversificação dos destinos prosseguiu, com
desconcentração das vendas para o mercado chinês e maiores embarques para Estados Unidos,
México e outros países. Os destaques das vendas externas nos 9m04 foram os produtos galvanizados e
as chapas grossas, com crescimentos de 65% e 27%, e acumulando volumes de 104 e 361 mil
toneladas, respectivamente.
Milhares de toneladas
3T04
%
3T03
%
2T04
%
Var.
3T/3T
9M04
%
9M03
%
Var.
Usiminas
Mercado Interno
831
74
717
78
864
84
16%
2.528
79
2.382
81
6%
Mercado Externo
291
26
208
22
167
16
40%
657
21
566
19
16%
Total
1.122
100
924
100
1.031
100
21%
3.185
100
2.948
100
8%
Cosipa
Mercado Interno
603
68
467
52
565
60
29%
1.714
63
1.599
61
7%
Mercado Externo
286
32
431
48
374
40
-34%
994
37
1.043
39
-5%
Total
889
100
898
100
939
100
-1%
2.708
100
2.643
100
2%
Sistema
Mercado Interno
1.434
71
1.184
65
1.429
73
21%
4.242
72
3.982
71
7%
Mercado Externo
577
29
639
35
542
27
-10%
1.650
28
1.609
29
3%
Total
2.011
100
1.822
100
1.971
100
10%
5.892
100
5.591
100
5%
Vendas
A participação das exportações nas vendas físicas do Sistema passou de 27% no 2T04 para 29% no
3T04. O mercado internacional mantém demanda aquecida com preços atraentes, porém os
preços praticados na Ásia ainda encontram-se em patamares inferiores aos vigentes nos mercados
norte-americano e europeu.
Usiminas
ME
26%
MI
74%
Distribuição das Vendas Físicas ­ 3T04
Sistema
ME
29%
MI
71%
Cosipa
ME
32%
MI
68%
Exportações do Sistema
representaram 29% das
vendas físicas no 3T04
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
4/18
Receita Líquida
A receita líquida consolidada cresceu 66% em relação ao 3T03 e atingiu R$ 3,3 bilhões no 3T04. No
acumulado do ano, o crescimento foi de 35%, com total de R$ 8,4 bilhões. A receita líquida por
tonelada evoluiu de R$ 1.112 nos 9m03 para R$ 1.429 nos 9m04, uma alta de 29%.
O forte desempenho da receita refletiu a situação atual dentro do ciclo de alta dos preços
internacionais dos produtos siderúrgicos e a diminuição da defasagem dos preços praticados no
mercado doméstico em relação aos valores médios alcançados pelas exportações. A expansão do
volume comercializado em 10% no trimestre e de 5% no acumulado do ano também favoreceu o
crescimento da receita.
Lucro Bruto
O lucro bruto foi de R$ 1,6 bilhão no 3T04, com alta de 142%. Nos 9m04, o lucro bruto acumulou R$
3,8 bilhões, com expansão de 67%. O custo médio por tonelada subiu 11%, chegando a R$ 776 no
acumulado de 2004. No comparativo do 3T04 e 2T04 o custo por tonelada elevou-se em 14%
refletindo principalmente o aumento do carvão no período .
A margem bruta expandiu-se de 33% no 3T03 para 48% no 3T04 e de 37% nos 9m03 para 46% nos 9m04, evidenciando que o ciclo de alta dos
preços dos produtos siderúrgicos absorveu os custos ascendentes das matérias-primas.
Lucro Operacional
O lucro operacional antes das despesas financeiras (EBIT) cresceu 196% e atingiu R$ 1,5 bilhão no
3T04. Nos 9m04, o EBIT cresceu 80% e acumulou R$ 3,4 bilhões. No comparativo dos nove meses, a
margem EBIT saltou de 30% para 40%, apesar das despesas com vendas, que cresceram 45% por conta de comissionamentos e custos de
distribuição, em função de maiores receitas de exportação.
O EBITDA atingiu R$ 1,6 bilhão no 3T04, valor 143% superior ao obtido no mesmo período do ano anterior. A margem EBITDA de 49% é recorde e
representa o terceiro incremento consecutivo na análise trimestre-a-trimestre, refletindo a conjuntura mais favorável da siderurgia. No
acumulado do ano, o EBITDA somou R$ 3,8 bilhões, com alta de 65%. A margem EBITDA passou de 37% nos 9m03 para 45% nos 9m04.
Resultado Financeiro e Endividamento
As despesas financeiras líquidas caíram de R$ 358 milhões no 3T03 para R$ 96 milhões no 3T04, com impacto positivo da variação cambial. Na
comparação entre os nove meses de 2003 e de 2004, as despesas financeiras líquidas passaram de R$ 469 milhões para R$ 688 milhões
evidenciando o forte impacto da apreciação do Real frente ao Dólar em 2003. Por outro lado as despesas financeiras com juros e comissões
reduziram-se em aproximadamente R$90 milhões no acumulado de 2004 frente ao mesmo período do ano anterior, em função da redução do
nível de endividamento.
A dívida bruta consolidada somava R$ 6,3 bilhões no encerramento do 3T04. Deste total, 34% decorriam de operações de financiamentos de
exportações e importações, 20% referiam-se ao BNDES, 19% representavam operações no mercado de capitais e o restante, a operações variadas.
O endividamento da Companhia foi reduzido em R$ 1.345 milhões no acumulado até setembro.
Dívida Líquida
Consolidada/EBITDA
7,4
8,5
10,1
8,8
8,1
7,4
7,4
6,7
6,3
6,1
5,0
4,8
5,7
3,6 2,7
2,2
5,5
2,2 2,2
2,0 1,7
1,1
1T02 2T02 3T02 4T02 1T03 2T03 3T03 4T03 1T04 2T04 3T04
Dívida Líquida (R$ bi)
Dív./EBITDA
EBITDA/Margem EBITDA
1.602
1.285
921
763
660
760
889
1.019
621
440
349
49%
46%
39%
31%
33%
31%
36%
42%
45%
37%
27%
1T02 2T02 3T02 4T02 1T03 2T03 3T03 4T03 1T04 2T04 3T04
EBITDA (R$ milhões)
Margem EBITDA
EBITDA atinge
R$ 1,6 bilhão
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
5/18
A meta de redução do endividamento em 2004 foi ultrapassada e o perfil atual da dívida
consolidada está totalmente compatível com a capacidade de geração de caixa do Sistema. A boa
situação financeira é refletida pela relação dívida líquida/EBITDA, que atingiu 1,1x no 3T04. No
trimestre, a redução foi de aproximadamente R$ 470 milhões, com captações de R$ 142 milhões e
amortizações que somaram R$ 614 milhões.
Lucro Líquido
O lucro líquido consolidado alcançou a marca de R$ 1 bilhão no 3T04, conseqüência de uma
eficiente gestão da Companhia, associada às condições favoráveis do setor siderúrgico.
Investimentos
Os investimentos somaram R$ 101 milhões no 3T04 e acumularam R$ 228 milhões nos 9m04, e
focaram basicamente o plano de manutenção preventiva da Companhia, dentro do orçado.
Nos próximos 2 anos estão previstos, além de investimentos em manutenção (aproximadamente
US$ 150 milhões ano), investimentos nos seguintes projetos: energia elétrica (Usiminas), US$ 60 milhões; coqueria (Usiminas), US$ 180 milhões;
lingotamento contínuo (Cosipa), US$ 70 milhões; turbina de topo (Cosipa), US$ 15 milhões.
Eventos Subsequentes
A situação favorável dos recursos de caixa permitiu a redução do endividamento. Em 20/10/04 o Sistema Usiminas procedeu ao resgate
antecipado do total das debêntures em circulação de emissão da Cosipa, no montante de R$ 240 milhões.
Em 9/11/04, a Usiminas apresentou à CVM pedido de registro de Oferta Pública para aquisição da totalidade das ações de emissão da Cosipa,
com a finalidade de cancelar o registro da Cosipa de companhia aberta. As ações em circulação da Cosipa representam 6,3% do capital total da
controlada e a operação demandará desembolso de aproximadamente R$ 300 milhões. A oferta segue os melhores procedimentos de mercado e
foi bem recebida pelos investidores. Com a operação a Usiminas avançará na consolidação do Sistema, com apenas uma companhia aberta,
melhor explorando as sinergias entre as empresas.
Reconhecimento da Sociedade
A Usiminas recebeu recentemente os seguintes reconhecimentos da sociedade no Brasil e no exterior:
?
Valor 1000 ­
Duas empresas do Sistema Usiminas receberam o Prêmio Valor 1000, concedido pelo Jornal Valor Econômico, referente ao
exercício de 2003. A Usiminas foi eleita a melhor empresa do setor siderúrgico e a Rio Negro, a melhor do setor de comércio
atacadista. O ranking do prêmio traz anualmente as mil maiores empresas instaladas no país, divididas em 27 setores de mercado. Na
avaliação considera-se critérios contábeis como, por exemplo, geração de valor, administração de dívida, crescimento sustentado e
rentabilidade, entre outros.
?
Prêmio Forbes ­ A revista Forbes Brasil publicou a lista com as 200 empresas de capital nacional e aberto que mais cresceram em
2003, organizada pela Economática. Em edição especial, a revista Forbes relacionou os principais diferenciais da Usiminas, destacando
a estratégia empresarial adotada pela empresa, os investimentos em modernização, o mix variado de produtos, o foco no mercado
nacional e as sinergias existentes no Sistema Usiminas.
?
Investor Relations Top Performer (Institutional Investor) ­ A Usiminas foi classificada em 2° lugar no setor "metals & mining", na
categoria "buy-side", como "top performer" na área de Relações com Investidores, conforme levantamento feito pela revista
Institutional Investor junto a mais de cem instituições que acompanham o mercado acionário latino-americano
;
?
Prêmio Apimec Minas ­ A comunidade de analistas e profissionais de investimento de Minas Gerais agraciou a Usiminas com o Prêmio
Apimec Minas ­ Mercado de Capitais 2004, na categoria "Melhor Apresentação".
?
Prêmio Balanço Social ­ Pelo segundo ano consecutivo, a Usiminas ganhou o Prêmio Balanço Social ­ Categoria Sudeste. A premiação,
com 167 empresas inscritas, foi realizada conjuntamente pela Aberje, Apimec, Ethos, Fides e Ibase e é considerada a mais importante
na avaliação da excelência dos balanços sociais;
?
VI Prêmio Minas Desempenho Empresarial 2003/2004 (Revista Mercado Comum) ­ Primeiro lugar na categoria "Empresa Excelência de
Minas" e premiação nas categorias "Maiores Empresas de Minas", pela obtenção do maior lucro líquido entre todas as empresas
mineiras, e "Liderança Setorial de Minas", no segmento siderurgia;
?
Prêmio Sesi Qualidade no Trabalho ­ Reconhecida pelas ações sociais direcionadas aos seus empregados e à comunidade, a Usiminas
venceu a fase estadual do prêmio, disputada com mais 16 empresas de grande porte. A próxima etapa é a fase nacional, onde estará
representando Minas Gerais na categoria grande empresa;
?
Guia Exame da Boa Cidadania Corporativa ­ A Usiminas foi um dos destaques da publicação, que apresenta empresas que são
exemplares no relacionamento com os diversos públicos interessados em estabelecer a relação entre responsabilidade social e a gestão
do negócio;
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
6/18
Perspectivas
Os principais indicadores de confiança dos empresários e consumidores e de desempenho da economia, recentemente divulgados (PIB, produção
e vendas industriais, índices de desemprego e renda, etc), apontam na direção de que o país deverá ter, em 2004, um desempenho superior ao
inicialmente previsto. No 4T04 percebe-se a antecipação de encomendas nos diversos setores da indústria, como forma de evitar as eventuais
dificuldades de atendimento e abastecimento no fim do ano por parte do comércio. As vendas de eletrodomésticos, por exemplo, estão bastante
aquecidas, refletindo uma situação de demanda reprimida ao longo dos últimos anos.
Esta recuperação da economia brasileira pode ser ilustrada pelo desempenho dos setores de bens de consumo não duráveis (alimentos e
vestuário) e de insumos para a construção civil, que são os últimos a sentirem os efeitos da retomada da economia e que, a partir de junho, já
apresentavam crescimento.
No mercado de produtos siderúrgicos, os setores exportadores (automotivo, máquinas agrícolas, rodoviárias, eletro-eletrônicos, etc) continuam
apresentando resultados muito favoráveis. Somados ao desempenho dos setores que dependem mais intensamente do consumo interno e que
estão se beneficiando da recuperação dos níveis de emprego e renda e da maior disponibilidade de crédito, constata-se uma demanda crescente
de laminados planos no mercado interno.
Com a manutenção do ritmo de 860 mil toneladas/mês, a demanda interna de laminados poderá superar 10 milhões de toneladas, o que
corresponde a um crescimento de cerca de 13% em relação a 2003.
No mercado internacional os preços continuarão firmes no 4T04 e as negociações já concretizadas visando o 1T05 indicam manutenção dos preços
em patamares elevados.
Essa conjuntura possibilita a antevisão de resultados positivos no 4T04 e em 2005 para o setor siderúrgico. Não se prevê reduções substanciais
dos preços internacionais no médio prazo, em função da demanda aquecida e das pressões de custo ao longo do próximo ano.
O Sistema Usiminas tem como meta em 2005 manter a comercialização no patamar de 8 milhões de toneladas de produtos siderúrgicos, com 75%
do volume destinado ao atendimento do mercado interno.
A sólida geração de caixa operacional do Sistema, que deverá prosseguir nos próximos trimestres, será direcionada para amortização da dívida,
pagamento de dividendos e novos investimentos.
Teleconferência: quinta-feira, 18 de novembro
Local, às 11:00 horas (Brasília).
Telefones para conexão:
Brasil: (11) 4613-0500
Exterior: (55 11) 4613-4520
Internacional, às 12:30 horas (Brasília).
Telefones para conexão:
EUA: (1 800) 860-2442
Brasil: (11) 4613-0502
Demais países: (1 412) 858-4600
Senhas de acesso:
206 + PIN (local)
311 + PIN (internacional)
O áudio da teleconferência será transmitido ao vivo pela
internet, acompanhado por uma apresentação de slides no
website: www.usiminas.com.br
# # #
Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S/A ­ USIMINAS é uma companhia siderúrgica integrada, com receita líquida consolidada de R$ 8,7 bilhões em
2003. O Sistema USIMINAS, formado por USIMINAS e Cosipa, possui capacidade de produção anual de 9,3 milhões de aço bruto e ocupa posição de
liderança no mercado interno de laminados planos, que atende aos setores automobilístico, de autopeças, máquinas agrícolas e rodoviárias,
equipamentos eletro-eletrônicos e tubos de grande diâmetro.
Declarações contidas nesse comunicado relativas às perspectivas dos negócios da Companhia, projeções de resultados operacionais e financeiros e
referências ao potencial de crescimento da Companhia constituem meras previsões e foram baseadas nas expectativas da Administração em relação ao
seu desempenho futuro. Essas expectativas são altamente dependentes do comportamento do mercado, da situação econômica do Brasil, da indústria e
dos mercados internacionais, portanto sujeitas a mudanças.
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
7/18
Anexo 1 - Demonstrações Financeiras
R$ mil
3T 2004
3T 2003
2T 2004
Var.% 3T/3T
Receita Líquida de Vendas
1.846.190
1.102.713 1.501.566
67
Mercado Interno
1.332.055 892.234
1.224.659
49
Mercado Externo
514.135 210.479
276.907
144
Custo dos Produtos Vendidos
(957.078)
(691.976) (805.177)
38
Lucro Bruto
889.112 410.737
696.389
116
Margem bruta %
48%
37%
46%
+ 11 p.p.
(Despesas) Receitas Operacionais
(60.265)
(69.574)
(78.507)
-13
Vendas
(22.013)
(17.393)
(28.449)
27
Gerais e Administrativas
(32.587)
(21.833)
(28.548)
49
Outras (Despesas) Receitas
(5.665)
(30.348)
(21.510)
-81
Lucro Operacional antes das Desp.Fin.
828.847 341.163
617.882
143
Margem Operacional %
45%
31%
41%
+ 14 p.p.
(Despesas) Receitas Financeiras
(59.863)
(129.422)
(92.039)
Receitas Financeiras
(17.423)
29.167
58.651
Despesas Financeiras
(42.440)
(158.589) (150.690)
Participação em Controladas
429.585 (43.454)
196.931
Lucro Operacional
1.198.569 168.287
722.774
612
Resultado Não Operacional
(10.314)
10.664 (1.895)
Lucro antes dos Tributos e das Participações
1.188.255 178.951
720.879
564
Imposto de Renda / Contribuição Social
(160.149)
(51.942) (185.330)
Lucro antes das Participações
1.028.106 127.009
535.549
709
Participações dos Empregados
(22.357)
(7.984)
-
Lucro Líquido
1.005.749 119.025
535.549
745
Lucro Líquido por ação
4,58456 0,55336
2,44122
EBITDA
892.570 409.594
680.687
118
Margem EBITDA %
48,3%
37,1%
45,3%
+ 11,2 p.p.
Depreciação
63.723 60.222
62.804
6
Provisões
- 8.209
-
-
Demonstração do Resultado Trimestral - Controladora
Legislação Societária
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
8/18
Anexo 2 - Demonstrações Financeiras
R$ mil
9M 2004
9M 2003
Var.%
Receita Líquida de Vendas
4.654.543
3.523.675
32
Mercado Interno
3.638.707 2.898.302
26
Mercado Externo
1.015.836 625.373
62
Custo dos Produtos Vendidos
(2.496.280)
(2.153.732)
16
Lucro Bruto
2.158.263
1.369.943
58
Margem bruta %
46%
39%
+ 7 p.p.
(Despesas) Receitas Operacionais
(202.811)
(202.552)
0
Vendas
(71.107)
(44.098)
61
Gerais e Administrativas
(82.765)
(64.840)
28
Outras (Despesas) Receitas
(48.939)
(93.614)
-48
Lucro Operacional antes das Desp.Fin.
1.955.452
1.167.391
68
Margem Operacional %
42%
33%
+ 9 p.p.
(Despesas) Receitas Financeiras
(233.866)
(252.411)
Receitas Financeiras
62.508 (48.924)
Despesas Financeiras
(296.374)
(203.487)
Participação em Controladas
706.843
306.131
Lucro Operacional
2.428.429
1.221.111
99
Resultado Não Operacional
(17.019)
3.771
Lucro antes dos Tributos e das Participações
2.411.410
1.224.882
97
Imposto de Renda / Contribuição Social
(477.872)
(262.416)
Lucro antes das Participações
1.933.538
962.466
101
Participações dos Empregados
(26.949)
(7.984)
Lucro Líquido
1.906.589
954.482
100
Lucro Líquido por ação
8,69090
4,43748
EBITDA
2.144.019
1.372.830
56
Margem EBITDA %
46,1%
39,0%
+ 7,1 p.p.
Depreciação
188.566 180.619
4
Provisões
- 24.820
-
Demonstração do Resultado Acumulado - Controladora
Legislação Societária
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
9/18
Anexo 3 - Demonstrações Financeiras
R$ mil
3T 2004
3T 2003
2T 2004
Var.%
3T/3T
Receita Líquida de Vendas
3.284.712 1.983.576 2.771.470
66
Mercado Interno
2.245.545
1.416.916
1.889.132
58
Mercado Externo
1.039.167
566.660
882.338
83
Custo dos Produtos Vendidos
(1.693.498) (1.325.377) (1.455.646)
28
Lucro Bruto
1.591.214
658.199 1.315.824
142
Margem bruta %
48%
33%
47%
+ 15 p.p.
(Despesas) Receitas Operacionais
(118.263) (160.649) (173.509)
-26
Vendas
(54.685) (44.391) (64.799)
23
Gerais e Administrativas
(63.840) (51.929) (59.706)
23
Outras (Despesas) Receitas
262 (64.329) (49.004)
-100
Lucro Operacional antes das Desp.Fin.
1.472.951
497.550 1.142.315
196
Margem Operacional %
45%
25%
41%
+ 20 p.p.
(Despesas) Receitas Financeiras
(95.788) (358.274) (338.556)
Receitas Financeiras
(52.839)
105.323
120.107
Despesas Financeiras
(42.949) (463.597) (458.663)
Participação em Controladas
69.071
145 7.101
Lucro Operacional
1.446.234
139.421
810.860
937
Resultado Não Operacional
(14.167)
8.649 (4.721)
Lucro antes dos Tributos e das Participações
1.432.067
148.070
806.139
867
Imposto de Renda / Contribuição Social
(371.102) (18.904) (264.626)
Lucro antes das Participações
1.060.965
129.166
541.513
721
Participações dos Empregados
(22.357)
(8.032)
0
Participações Minoritários
(33.685)
2.134
(13.231)
Lucro Líquido
1.004.923
123.268
528.282
715
Lucro Líquido por ação
4,58079
0,56190
2,40809
EBITDA
1.601.561
659.956 1.285.187
143
Margem EBITDA %
48,8%
33,3%
46,4%
+ 15,5 p.p.
Depreciação
138.195
124.745
136.853
11
Provisões
10.607
40.291 6.021
-74
Demonstração do Resultado Trimestral - Consolidado
Legislação Societária
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
10/18
Anexo 4 - Demonstrações Financeiras
R$ mil
9M 2004
9M 2003
Var.%
Receita Líquida de Vendas
8.420.892
6.217.798
35
Mercado Interno
5.916.063 4.654.157
27
Mercado Externo
2.504.829 1.563.641
60
Custo dos Produtos Vendidos
(4.577.959)
(3.922.586)
17
Lucro Bruto
3.842.933
2.295.212
67
Margem bruta %
46%
37%
+ 9 p.p.
(Despesas) Receitas Operacionais
(446.240)
(411.142)
9
Vendas
(172.501)
(118.628)
45
Gerais e Administrativas
(177.077)
(156.495)
13
Outras (Despesas) Receitas
(96.662)
(136.019)
-29
Lucro Operacional antes das Desp.Fin.
3.396.693
1.884.070
80
Margem Operacional %
40%
30%
+ 10 p.p.
(Despesas) Receitas Financeiras
(687.777)
(468.861)
Receitas Financeiras
112.656 (56.152)
Despesas Financeiras
(800.433)
(412.709)
Participação em Controladas
90.080
2.957
Lucro Operacional
2.798.996
1.418.166
97
Resultado Não Operacional
(26.276) (4.220)
Lucro antes dos Tributos e das Participações
2.772.720
1.413.946
96
Imposto de Renda / Contribuição Social
(800.373)
(432.229)
Lucro antes das Participações
1.972.347 981.717
101
Participações dos Empregados
(26.949)
(8.066)
Participações Minoritários
(53.773)
(26.240)
Lucro Líquido
1.891.625 947.411
100
Lucro Líquido por ação
8,62269 4,40461
EBITDA
3.807.831
2.309.207
65
Margem EBITDA %
45,2%
37,1%
+ 8,1 p.p.
Depreciação
410.116 372.714
10
Provisões
1.022 60.319
-98
Demonstração do Resultado Acumulado - Consolidado
Legislação Societária
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
11/18
Anexo 5 - Demonstrações Financeiras
3T 2004
3T 2003
9M 2004
9M 2003
Atividades Operacionais
Lucro (Prejuízo) Líquido do Exercício
1.005.749
119.025
1.906.589
954.482
Encargos e Var. Monetária/Cambiais líquidas
55.802
130.402
256.085
172.991
Depreciação, Amortização e Exaustão
63.723
60.221
188.566
180.619
Baixa de Investimentos
22.572
23
22.577
7.793
Participações em Controladas/Coligadas
(429.585)
43.454
(706.843)
(306.131)
Recebimentos de Dividendos de Subsídiarias
0
0
0
0
Imposto de Renda e Contribuição Social
160.149
51.942
477.872
262.416
Provisões
(7.250)
24.942
35.711
24.821
Ajuste Participação Minoritários
0
0
0
0
Total
871.160
430.009
2.180.557
1.296.991
(Acréscimo)/Decréscimo de Ativos
Em Contas a Receber
(163.607)
2.201
8.231
4.244
Nos Estoques
(131.574)
(52.705)
(247.577)
(112.831)
em Impostos a Recuperar
(4.490)
(501)
82.721
(1.722)
Acréscimo/Decréscimo IR/CS Diferidos
44.605
13.474
148.875
110.602
em Depósitos Judiciais
279
(5.025)
(28.205)
829
Outros
(22.168)
(56.651)
(91.857)
(95.707)
Total
(276.955)
(99.207)
(127.812)
(94.585)
Acréscimo/(Decréscimo) de Passivos
Em Fornecedores
25.503
24.320
(1.868)
43.729
Valores a pagar a sociedades ligadas
19.800
(51.268)
14.548
(120.285)
Adiantamentos de clientes
(2.361)
(19.049)
1.015
(39.513)
Tributos a recolher
22.407
5.579
31.340
(12.223)
Imposto de Renda e Contribuição Social
(43.689)
(60.564)
(224.350)
(172.430)
Outros
(43.702)
99.549
(55.466)
18.451
Total
(22.042)
(1.433)
(234.781)
(282.271)
Fluxo de Caixa das Atividades Operacionais
572.163
329.369
1.817.964
920.135
Atividades Financeiras
Ingressos de Emprést. e Financiam. e Debêntures
1.153
531.063
20.480
902.218
Pagamentos de Emprést./Financiam. e Debêntures
(250.967)
(678.815)
(938.241)
(1.625.737)
Juros Pagos s/ Empr./Financ., Debêntures
(34.775)
(95.426)
(106.384)
(199.269)
Fluxo de Caixa
Controladora
R$ mil
Legislação Societária
Juros Pagos s/ Tributos Parcelados
(8.024)
(3.876)
(28.636)
(12.535)
Resgate de Operações de Swap
(341)
(1.126)
(22.095)
24.808
Dividendos / Juros sobre Capital Próprio Pagos
(269.267)
(83.122)
(574.397)
(83.164)
Fluxo de Caixa das Atividades Financeiras
(562.221)
(331.302)
(1.649.273)
(993.679)
Atividades de Investimentos
(Adições) Baixa de Investimentos
0
0
0
(757)
(Adições) p/ Imobilizado, excl. Encargos Capitalizados
(61.630)
(73.638)
(105.815)
(166.963)
Baixa de ativo permanente
(3.617)
0
0
0
Fluxo de Caixa das Atividades de Investimentos
(65.247)
(73.638)
(105.815)
(167.720)
Variação Cambial sobre Disponibilidades
(8.160)
(17.178)
(2.285)
(24.713)
Variação no Saldo do Caixa
(63.465)
(92.749)
60.591
(265.977)
No Início do Período
566.789
288.464
442.733
461.692
No Final do Período
503.324
195.715
503.324
195.715
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
12/18
Anexo 6 - Demonstrações Financeiras
3T 2004
3T 2003
9M 2004
9M 2003
Atividades Operacionais
Lucro (Prejuízo) Líquido do Exercício
1.004.923
123.268
1.891.625
947.411
Encargos e Var. Monetária/Cambiais líquidas
94.790
363.311
675.260
340.665
Depreciação, Amortização e Exaustão
138.194
124.745
410.117
372.714
Baixa de Investimentos
22.578
49
22.865
7.563
Participações em Controladas/Coligadas
(69.071)
13.551
(90.080)
10.739
Recebimentos de Dividendos de Subsídiarias
275
0
960
0
Imposto de Renda e Contribuição Social
371.102
18.904
800.373
432.229
Provisões
7.808
66.432
95.635
60.319
Ajuste Participação Minoritários
33.685
(15.498)
53.773
12.876
Total
1.604.284
694.762
3.860.528
2.184.516
(Acréscimo)/Decréscimo de Ativos
Em Contas a Receber
(167.481)
75.670
(282.744)
193.032
Nos Estoques
(292.189)
(128.311)
(561.830)
(328.927)
em Impostos a Recuperar
(103.559)
(39.052)
(59.246)
(94.807)
Acréscimo/Decréscimo IR/CS Diferidos
140.850
1.141
209.807
141.093
em Depósitos Judiciais
(3.032)
(20.100)
(35.864)
(33.053)
Outros
(25.279)
(20.838)
33.752
(40.097)
Total
(450.690)
(131.490)
(696.125)
(162.759)
Acréscimo/(Decréscimo) de Passivos
Em Fornecedores
100.862
43.660
126.118
175.854
Valores a pagar a sociedades ligadas
57.310
(15.403)
81.553
(115.919)
Adiantamentos de clientes
58.109
(18.217)
141.980
(33.195)
Tributos a recolher
24.784
7.845
34.403
(14.389)
Imposto de Renda e Contribuição Social
(36.510)
(74.197)
(259.962)
(247.135)
Outros
(101.364)
68.195
(89.535)
(26.640)
Total
103.191
11.883
34.557
(261.424)
Fluxo de Caixa das Atividades Operacionais
1.256.785
575.155
3.198.960
1.760.333
Atividades Financeiras
Ingressos de Emprést. e Financiam. e Debêntures
142.083
1.445.591
1.507.263
3.719.890
Pagamentos de Emprést./Financiam. e Debêntures
(613.759)
(1.634.366)
(2.852.248)
(4.627.903)
Juros Pagos s/ Empr./Financ., Debêntures
(153.037)
(181.745)
(445.211)
(476.412)
Fluxo de Caixa
Consolidado
R$ mil
Legislação Societária
Juros Pagos s/ Tributos Parcelados
(15.685)
(7.953)
(47.658)
(17.252)
Resgate de Operações de Swap
(17.151)
(20.673)
(72.145)
(58.400)
Dividendos / Juros sobre Capital Próprio Pagos
(270.017)
(85.922)
(575.147)
(85.964)
Fluxo de Caixa das Atividades Financeiras
(927.566)
(485.068)
(2.485.146)
(1.546.041)
Atividades de Investimentos
(Adições) Baixa de Investimentos
(182)
82.142
(1.806)
(1.811)
(Adições) p/ Imobilizado, excl. Encargos Capitalizados
(101.248)
(193.674)
(227.687)
(315.723)
Baixa de ativo permanente
(3.598)
0
1.979
0
Fluxo de Caixa das Atividades de Investimentos
(105.028)
(111.532)
(227.514)
(317.534)
Variação Cambial sobre Disponibilidades
(44.047)
(11.390)
(4.904)
(90.819)
Variação no Saldo do Caixa
180.144
(32.835)
481.396
(194.061)
No Início do Período
1.144.259
570.529
843.007
731.755
No Final do Período
1.324.403
537.694
1.324.403
537.694
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
13/18
Anexo 7 - Demonstrações Financeiras
30-set-04
31-dez-03
30-set-04
31-dez-03
Circulante
2.490.846
2.309.116
5.597.919
4.247.631
Disponibilidades
503.324
442.733
1.324.403
843.007
Contas a Receber
847.523
855.754
1.726.541
1.443.797
Impostos a Recuperar
35.478
118.199
303.705
244.459
Estoques
930.169
682.592
2.003.676
1.441.846
Impostos Diferidos
92.812
138.857
92.812
138.857
Outros Títulos e Valores a Receber
81.540
70.981
146.782
135.665
Realizável a Longo Prazo
1.427.346
1.425.614
1.679.874
1.820.804
Impostos Diferidos
831.820
934.650
1.210.006
1.373.768
Créditos com Controladas
374.588
297.560
82.090
77.501
Depósitos Judiciais
158.495
130.290
266.370
230.506
Outros
62.443
63.114
121.408
139.029
Permanente
6.183.982
5.606.873
9.404.208
9.504.377
Investimentos
2.673.365
1.990.933
270.521
179.522
Imobilizado
3.510.617
3.615.940
9.083.508
9.274.440
Diferido
-
-
50.179
50.415
Total do Ativo
10.102.174
9.341.603
16.682.001
15.572.812
Balanço Patrimonial - Ativo
Legislação Societária (R$ mil)
Consolidado
Controladora
Ativo
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
14/18
Anexo 8 - Demonstrações Financeiras
30-set-04
31-dez-03
30-set-04
31-dez-03
Circulante
1.316.903
1.846.094
3.696.999
4.205.279
Empréstimos e Financiamentos, Debêntures e Trib. Parcelados
629.113
972.226
1.799.948
2.794.185
Fornecedores, empreiteiros e fretes
139.463
140.207
466.936
316.763
Impostos, Taxas e Contribuições
296.946
77.867
710.982
238.067
Instrumentos Financeiros
11.900
27.647
90.529
90.868
Dívidas com Controladas
102.100
178.054
124.891
43.338
Contas a pagar FEMCO
-
-
4.534
8.891
Dividendos a pagar
1.975
306.372
2.018
306.415
Outros
135.406
143.721
497.161
406.752
-
Exigível a Longo Prazo
3.123.624
3.470.451
7.192.662
7.253.708
Empréstimos e Financiamentos, Debêntures e Trib. Parcelados
1.195.858
1.688.438
4.142.553
4.430.420
Contingências
585.881
502.685
1.020.870
914.315
Passivo Atuarial
968.673
967.802
1.025.410
1.024.539
Instrumentos Financeiros
98.584
54.597
406.744
284.000
Contas a pagar FEMCO
-
-
352.101
353.067
Outros
274.628
256.929
244.984
247.367
Participação dos Minoritários
-
-
171.294
114.404
Patrimônio Líquido
5.661.647
4.025.058
5.621.046
3.999.421
Capital Social
1.280.839
1.280.839
1.280.839
1.280.839
Reservas
2.474.219
1.431.532
2.448.582
1.412.410
Lucro do Exercício
1.906.589
1.312.687
1.891.625
1.306.172
Total do Passivo
10.102.174
9.341.603
16.682.001
15.572.812
Consolidado
Balanço Patrimonial - Passivo
Legislação Societária (R$ mil)
Controladora
Passivo
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
15/18
Anexo 9 - Distribuição de Vendas Trimestrais
Milhares de toneladas
Var.
3T/3T
VENDAS FÍSICAS TOTAIS
2.011
100%
1.822
100%
1.971
100%
10%
Chapas Grossas
414
21%
367
20%
425
22%
13%
Laminados a Quente
503
25%
479
26%
531
27%
5%
Laminados a Frio
471
23%
427
23%
505
26%
10%
Eletro-Galvanizados
63
3%
50
3%
63
3%
26%
Galvanizados por Imersão a Quente
109
5%
84
5%
104
5%
30%
Produtos Processados
110
5%
99
5%
101
5%
10%
Placas
342
17%
316
17%
243
12%
8%
VENDAS FÍSICAS - MERC. INTERNO
1.434
71%
1.184
65%
1.429
73%
21%
Chapas Grossas
319
16% 249
14%
285
14%
28%
Laminados a Quente
477
24% 408
22%
494
25%
17%
Laminados a Frio
381
19% 317
17%
383
19%
20%
Eletro-Galvanizados
58
3% 39
2%
54
3%
49%
Galvanizados por Imersão a Quente
70
3% 74
4%
78
4%
-5%
Produtos Processados
64
3% 68
4%
64
3%
-5%
Placas
66
3% 29
2%
71
4%
130%
VENDAS FÍSICAS - MERC. EXTERNO
577
29%
639
35%
542
27%
-10%
Chapas Grossas
96
5% 118
6%
140
7%
-19%
Laminados a Quente
26
1% 71
4%
37
2%
-64%
Laminados a Frio
90
4% 110
6%
122
6%
-18%
Eletro-Galvanizados
5
0% 11
1%
8
0%
-56%
Galvanizados por Imersão a Quente
39
2% 10
1%
26
1%
295%
Produtos Processados
45
2% 32
2%
36
2%
44%
Placas
276
14% 287
16%
172
9%
-4%
Distribuição de Vendas por Produto - Consolidado
2T 2004
3T 2004
3T 2003
Milhares de toneladas
Var.
3T/3T
MERCADO INTERNO
1.434
100%
1.184
100%
1.429
100%
21%
Automobilístico
155
11%
128
11%
151
11%
21%
Auto-Peças
189
13%
142
12%
177
12%
33%
Construção Naval
14
1%
5
0%
18
1%
180%
Tubos de Grande Diâmetro
79
6%
40
3%
80
6%
98%
Tubos de Pequeno Diâmentro
104
7%
113
10%
119
8%
-8%
Embalagens
30
2%
12
1%
24
2%
150%
Utilidades Domésticas
30
2%
49
4%
29
2%
-39%
Construção Civil
98
7%
111
9%
107
8%
-12%
Eletro-Eletrônicos
60
4%
40
3%
57
4%
50%
Distribuidores
397
28%
336
28%
366
26%
18%
Maquinário e Equipamentos Ind.
35
2%
16
1%
38
3%
119%
Outros
243
17%
192
16%
263
18%
27%
Distribuição de Vendas por Segmento - Consolidado
2T 2004
3T 2004
3T 2003
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
16/18
Anexo 10 - Distribuição das Vendas Acumuladas
Milhares de toneladas
Var.
VENDAS FÍSICAS TOTAIS
5.892
100%
5.591
100%
5%
Chapas Grossas
1.265
21%
1.131
20%
12%
Laminados a Quente
1.571
27%
1.548
28%
2%
Laminados a Frio
1.446
25%
1.389
25%
4%
Eletro-Galvanizados
191
3%
152
3%
25%
Galvanizados por Imersão a Quente
287
5%
271
5%
6%
Produtos Processados
317
5%
324
6%
-2%
Placas
815
14%
776
14%
5%
VENDAS FÍSICAS - MERC. INTERNO
4.242
72%
3.982
71%
7%
Chapas Grossas
904
15%
846
15%
7%
Laminados a Quente
1.461
25%
1.406
25%
4%
Laminados a Frio
1.134
19%
1.074
19%
6%
Eletro-Galvanizados
160
3%
126
2%
28%
Galvanizados por Imersão a Quente
212
4%
236
4%
-10%
Produtos Processados
193
3%
216
4%
-11%
Placas
176
3%
78
1%
127%
VENDAS FÍSICAS - MERC. EXTERNO
1.650
28%
1.609
29%
3%
Chapas Grossas
361
6%
284
5%
27%
Laminados a Quente
110
2%
142
3%
-23%
Laminados a Frio
312
5%
315
6%
-1%
Eletro-Galvanizados
30
1%
27
0%
14%
Galvanizados por Imersão a Quente
74
1%
36
1%
109%
Produtos Processados
124
2%
107
2%
16%
Placas
639
11%
699
12%
-9%
Distribuição de Vendas por Produto - Consolidado
9M 2004
9M 2003
Milhares de toneladas
Var.
MERCADO INTERNO
4.242
100%
3.981
100%
7%
Automobilístico
449
11%
358
9%
25%
Auto-Peças
542
13%
475
12%
14%
Construção Naval
62
1%
18
0%
237%
Tubos de Grande Diâmetro
229
5%
226
6%
1%
Tubos de Pequeno Diâmentro
342
8%
384
10%
-11%
Embalagens
79
2%
40
1%
98%
Utilidades Domésticas
87
2%
159
4%
-45%
Construção Civil
301
7%
364
9%
-17%
Eletro-Eletrônicos
171
4%
123
3%
39%
Distribuidores
1.207
28%
1.182
30%
2%
Maquinário e Equipamentos Ind.
125
3%
67
2%
87%
Outros
648
17%
585
13%
11%
Distribuição de Vendas por Segmento - Consolidado
9M 2004
9M 2003
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
17/18
Anexo 11 - Participação de Mercado
9m 2004(**)
2003(**)
2002(**)
2001(*)
MERCADO INTERNO
53%
60%
62%
59%
Automobilístico
47%
62%
62%
66%
Auto-Peças
57%
67%
73%
69%
Construção Naval
100%
100%
100%
100%
Eletro-Eletrônicos
59%
58%
54%
64%
Utilidades Domésticas
33%
44%
44%
47%
Tubos de Grande Diâmetro
98%
95%
100%
100%
Tubos de Pequeno Diâmetro
58%
68%
80%
77%
Embalagens
14%
16%
14%
12%
Construção Civil
47%
58%
54%
45%
Distribuidores
51%
59%
62%
66%
(*) Definida pelos mercados de USIMINAS, Cosipa, CSN .
(**) Definida pelos mercados de USIMINAS, Cosipa, CSN, Acesita e a partir de set. a CST.
Fonte: Sistema de Informações-IBS
Participação de Mercado - Sistema Usiminas
(% volume)
background image
USIMINAS ­ Release 3T04
18/18
Anexo 12 - Financiamentos
R$ milhões
30/09/04
Curto Prazo
30/09/04
Longo Prazo
30/09/04
Total
30/06/04
Total
Var.
3T04/2T04
ENDIVIDAMENTO TOTAL
Moeda Estrangeira (*)
1.164
3.296
4.460
5.204
-14%
IGP-M
107
212
320
367
-13%
TJLP
227
415
641
692
-7%
Outros
34
66
100
122
-18%
Sub-Total
1.533
3.988
5.521
6.386
-14%
Debêntures
243
0
243
254
-4%
Sub-Total
1.776
3.988
5.764
6.640
-13%
Tributos Parcelados
24
154
178
185
-4%
TOTAL
1.800
4.143
5.943
6.825
-13%
FEMCO
5
352
357
371
-4%
TOTAL
1.804
4.495
6.299
7.197
-12%
(*) 99,3% do total de moedas estrangeiras é US dólar
Empréstimos e Financiamentos por Indexador - Consolidado
R$ milhões
3T 2004
3T 2003
9M 2004
9M 2003
Efeitos Monetários
(35)
(39)
(140)
(171)
Variação Cambial
332
(77)
(7)
1.003
Receitas (Despesas) de Hedge
(270)
(72)
(198)
(801)
Juros de Empréstimos, Financiamentos, ACC´s e Pré-Pagamento
(117)
(138)
(400)
(489)
Receitas Financeiras
23
22
129
88
Outras Despesas Financeiras
(29)
(54)
(71)
(97)
RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO
(96)
(358)
(688)
(469)
Resultado Financeiro Consolidado